Clientes da Oi poderão usar o Facebook Messenger de graça

A Oi firmou um acordo com o Facebook para viabilizar acesso gratuito ao serviço de bate-papo da rede social para clientes da operadora. A empresa de Mark Zuckerberg fez o mesmo tipo de parceria com outras 17 operadoras em 13 países e o acesso será gratuito até o dia 15 de setembro.

Não é de hoje que o Facebook está buscando parcerias para expandir o acesso da rede social.  No Brasil, ele possui um acordo com a TIM para que os clientes acessem gratuitamente uma versão leve da página, o o.facebook.com. Além disso, os clientes da operadora também possuem acesso gratuito à rede social no Infinity Web Modem, serviço de internet móvel pré-pago para modem.

O que importa é que todos os clientes da Oi serão beneficiados com acordo, especialmente clientes do plano pré-pago que não possuem pacote de dados. Ainda assim, mesmo aqueles que possuem pacote de dados também serão beneficiados, uma vez que pouparão o tráfego de dados do Facebook Messenger da sua franquia de dados mensal.

A disponibilidade do serviço é um pouco limitada: apenas quem utiliza o Facebook Messenger instalado em um iPhone ou Android terá o benefício. Seria legal se o aplicativo para webphones de baixo custo (a linha Asha da Nokia, por exemplo) também o recebessem.

É bem possível que esse acordo seja feito com outras operadoras, mas, no momento não há nada confirmado.

Atualmente, a rede social concorre com WhatsApp, iMessage, Viber e com o novíssimo Hangouts. O Facebook Messenger possui uma parcela de usuários considerável, mas se trata de um mercado relativamente difícil. Quando estou no celular e preciso mandar uma mensagem para alguém, abro o WhatsApp logo de primeira – só utilizo o Facebook Messenger para responder mensagens, que normalmente foram enviadas de um computador. Acredito que essa cena se repita com outras pessoas. Acontece o mesmo com você?

Fonte: Tecnoblog

Share
Esta entrada foi publicada em Internet e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta