Smartphones: 40% dos brasileiros usam o terminal para fazer negócios

A mobilidade é vista como estratégica pelos brasileiros que já possuem smartphones, revela pesquisa realizada pela revista Time, em parceria com a Qualcomm, e que entrevistou 4,7 mil usuários em oito países, entre eles, o Brasil. Aqui foram ouvidas cerca de 600 usuários móveis de diversas regiões. Hoje os terminais inteligentes respondem por pouco menos de 20% da base de celulares ativos.

O levantamento da TIME, com a Qualcomm, constatou que:

Para 91% dos entrevistados a mobilidade faz do País um lugar mais eficiente para fazer negócios, 68% afirmam que a mobilidade tem fortalecido a economia nacional e 40% utilizam dispositivos móveis para fazer negócios. Neste quesito, quando considerados os entrevistados entre 35 e 44 anos, esse percentual sobe para 52%;

Outro dado mostra que os empresários brasileiros estão de olho no uso da tecnologia móvel para crescer: mais de 70% afirmam que o recurso propicia acesso a um grupo maior de potenciais clientes para os seus negócios;

O percentual ainda está abaixo dos chineses e indianos (ambos por volta de 85%), mas surpreendentemente acima dos americanos (pouco mais de 50%).

A pesquisa também mostrou que 58% dos entrevistados verificam o dispositivo pelo menos uma vez a cada 30 minutos e 35% uma vez a cada 10 minutos. Os recursos preferidos dos brasileiros nos smartphones são SMS, acesso à internet e câmera fotográfica.

Ainda na parte de entretenimento, os smartphones aparecem com destaque: 68% dos brasileiros utilizam o dispositivo enquanto estão no transporte público, percentual bem próximo dos usuário da Índia (69%). Na China, esse percentual chega a 83%.

O levantamento apura que 66% dos brasileiros afirmam que a tecnologia wireless tem melhorado a vida de uma maneira geral e, mais especificamente, 94% dos brasileiros defendem que o uso de tecnologia sem fio pode aprimorar a segurança pública.

A pesquisa revela também que nove em cada 10 entrevistados afirmam que a tecnologia móvel desempenha um papel importante tanto para a educação como para a saúde e, para a esmagadora maioria (93%), a tecnologia sem fio pode fazer toda a diferença na hora das autoridades de saúde transmitirem alertas para os profissionais do setor espalhados por todo o país.

Fonte: Convergência Digital

Share
Esta entrada foi publicada em Comportamento e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta