Starbucks perto de templo budista causa revolta de chineses na web

Xangai – A abertura de uma cafeteria da rede americana Starbucks nas imediações do templo de Lingyin, em Hangzhou (província oriental de Zhejiang), reavivou a polêmica na internet que em 2007 levou ao fechamento de outra cafeteria da empresa na Cidade Proibida de Pequim.

Segundo publica hoje o jornal “Shanghai Daily”, a abertura, este fim de semana, de uma cafeteria nas imediações do templo, situado na encosta de uma montanha nos arredores de Hangzhou, a 170 quilômetros de Xangai, foi criticada como uma “invasão cultural”.

Enquanto muitos internautas expressaram nas últimas horas sua rejeição à abertura da cafeteria, que na sua opinião leva a perder a serenidade que deveria rodear um templo budista, outros não a veem com maus olhos, já que de fato está em uma rua comercial que nos últimos meses se encheu de lojas e restaurantes.

Em 2007 a rede americana acabou fechando a cafeteria que tinha no interior da Cidade Proibida de Pequim, que estava sete anos aberta, depois que o apresentador da televisão estatal “CFTV”, Rui Chenggang, propôs em seu blog seu fechamento, para o que conseguiu o apoio de meio milhão de internautas.

Fonte: INFO Online

Share
Esta entrada foi publicada em Comportamento e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =