Facebook confirma publicidade em feed de notícias em 2012

O Facebook confirmou nesta quarta-feira que vai começar a veicular publicidade no feed de notícias dos usuários da rede social. Anunciantes que optarem pelo novo modelo no próximo ano poderão ter seus produtos veiculados diretamente no fluxo. Até o momento, as marcas podiam apenas publicar, no canto direito, sugestão de links ‘curtidos’ pelos contados do usuário.

Conforme já acontece, quando um membro clica em ‘curtir’ o conteúdo dessa página pode ser apresentado como sugestão de um produto ou marca na rede social a seu círculo de amigos. O mesmo acontecerá com os posts patrocinados no feed de notícias, diz a companhia.

Hoje, é possível criar links patrocinados para direcionar o usuário a curtir páginas, ver publicações em uma página, curtir publicações na página, fazer visitas e compartilhar aplicativos e jogos.

Os posts patrocinados do feed respeitarão configurações de privacidade já aplicáveis no site. Por exemplo, apenas pessoas com acesso ao feed de notícias de seus contatos poderão ver posts patrocinados ‘curtidos’ por eles. Caso o usuário tenha bloqueado alguém, ou um aplicativo, não verá o conteúdo com a tag ‘sponsored’ relacionada a ele.

Segundo o site, o recurso de publicidade ‘sponsored stories’ (histórias patrocinadas) se tornará padrão para os seus 800 milhões de usuários.

– A partir do ano que vem, vamos começar a incluir as histórias patrocinadas no feed de notícias. Nossa meta é fazer isso de forma cuidadosa e lentamente – disse uma porta-voz.

Os posts patrocinados não aparecerão mais que uma vez por dia e sua viralidade vai depender da combinação de conexões entre amigos, marcas, assuntos de interesse.

O lançamento do novo serviço de publicidade será gradual e terá início no primeiro trimestre de 2012.

Segundo reproduções de tela do setor de vendas do Facebook, as histórias patrocinadas, publicadas no feed de notícias, são identificadas como conteúdo publicitário com o termo ‘Sponsored’.

Fonte: O Globo Online

Share
Esta entrada foi publicada em Redes Sociais. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta